1. Home
  2. >
  3. Não deixe de ler
  4. >
  5. Brasil concede cidadania a irmãs sem...

Brasil concede cidadania a irmãs sem pátria

Compartilhe
TwitterFacebookWhatsApp

CURIOSIDADE

Os irmãos Mamo se mudaram para o Brasil em 2014

 

 

As irmãs Maha e Souad Mamo viviam em um limbo jurídico desde que nasceram. Sem um país para chamar de pátria, elas se encontravam na estranha situação de não possuir documentos. A vida de incerteza chegou ao fim no último dia 4, quando elas receberam a cidadania brasileira em Genebra, segundo informa o site da BBC Brasil em reportagem assinada por Marina Wentzel.

Os irmãos Mamo – Maha, Souad e Edward – nasceram no Líbano, filhos de pais sírios. Mas porque o pai Jean Mamo era cristão e a mãe Kifah Nachar era muçulmana, o casamento deles nunca foi registrado na Síria, o que impediu a retirada de certidões de nascimento para os filhos no Líbano. As crianças não puderam ser reconhecidas nem como sírias, nem como libanesas.

Sem pátria por 26 anos, Maha lutou por reconhecimento até migrar para o Brasil, há cerca de quatro anos. Ao ser acolhida no País, ela conseguiu se firmar como ativista pelos direitos dos apátridas. O Brasil foi o local onde os irmãos Mamo puderam reivindicar seus direitos humanos básicos. Eles se mudaram para cá em 2014 e, dois anos depois, foram reconhecidos como refugiados.

Leia a íntegra da história dos irmãos Mamo no site da BBC Brasil.

  Publicações

  Para pensar