Estadão: É isto a justiça?

01-06-2017

 

Em editorial publicado na edição desta quinta-feira (1), o jornal O Estado de S. Paulo critica a maneira como o Ministério Público Federal vem conduzindo as denúncias contra políticos feitas no âmbito da Operação Lava-Jato, pela qual as delações parecem bastar. “A julgar pelo que chega ao conhecimento do público, as múltiplas acusações feitas pelo Ministério Público contra figurões do mundo político estão baseadas somente, ou principalmente, nas delações, sem que venham acompanhadas de provas materiais suficientes para uma condenação”, escreve. “Quando muito, há provas testemunhais, nem sempre inteiramente dignas de crédito ou confiança”, enfatiza.

O editorial, intitulado É isto a justiça?, aponta que “as delações se tornaram instrumentos eminentemente políticos” e conclui que “a agenda nacional, em meio a uma das mais graves crises da história, foi definitivamente contaminada pelo pressuposto de que o Brasil só será salvo se a classe política for desbaratada, como se fosse uma quadrilha”.

Assinantes do Estadão podem ler a íntegra do editorial aqui.