Fake news: Realidade paralela

25-09-2017

 

 

No Brasil, cerca de 12 milhões de pessoas propagam notícias falsas – boa parte de teor político – segundo levantamento do Grupo de Pesquisas em Políticas Públicas para o Acesso à Informação (Gpopai) da Universidade de São Paulo (USP).

Embora represente 6% da população, este número certamente é muito maior, destaca editorial publicado na edição de hoje (25) do jornal O Estado de S. Paulo, considerando que cada usuário de redes sociais tem, em média, duzentas conexões.

Segundo o jornal, “em águas turvas, o jornalismo sério ganha mais importância como mediador do debate público, trazendo à luz tanto a informação confiável de interesse geral como desmascarando uma realidade paralela que apenas a alguns interessa difundir com fins obscuros”.

Leia a íntegra do editorial.