Eleitor está desconfiado das redes sociais

02-03-2018

A ideia de que as informações que circulam pelas redes sociais podem influenciar as eleições deste ano é um equívoco. “O eleitor está cada vez mais desconfiado das informações sobre política que lê em Facebook e Twitter, por exemplo, por conta das fake news”, diz o cientista político Rubens Figueiredo, colaborador do Espaço Democrático – a fundação para estudos e formação política do PSD. Recentemente, Figueiredo escreveu para a Folha de S. Paulo um artigo no qual analisa o fluxo das informações pela internet – leia aqui.

Nesta Conversa rápida para a TV Espaço Democrático, ele avalia que as próximas eleições podem ser a redenção de jornais, revistas, rádios e televisão. “A tecnologia está trazendo de volta as mídias tradicionais como fonte de informação de credibilidade”. Assista.