Profissionalização do serviço público em debate

12-09-2017

 

 

Apesar de contabilizar cerca de 15 milhões de funcionários públicos nos três níveis da administração pública – federal, estadual e municipal –, o Brasil não tem um único curso de graduação em contas públicas em funcionamento. “Quem entra para o serviço público precisa aprender os procedimentos de prestação de contas com quem está lá; se encontra um bom professor, ótimo, caso contrário, terá problemas”, diz o advogado Eurípides Sales, ex-presidente do Tribunal de Contas do Município de São Paulo.

Defensor da criação do ensino especializado para servidores públicos, Eurípedes será o palestrante de mais um evento da série Encontros Democráticos, nesta quinta-feira (14), às 17h, na sede da Fundação Espaço Democrático – rua Santo Antônio, 184, em São Paulo. Ele vai abordar o tema “Profissionalização do Serviço Público”. A palestra será transmitida on-line pelo Facebook do Espaço Democrático.

Sales foi conselheiro e presidente do Tribunal de Contas do Município de São Paulo durante 25 anos. Ali, idealizou a Escola de Contas do TCM, iniciativa pioneira que teve efeito positivo no aprimoramento da administração pública. Vem daí a inspiração para a defesa que faz da criação de cursos de graduação para o funcionalismo público. “É cada vez mais urgente, para o Brasil, investir na profissionalização do funcionalismo”, diz.

Formado em Ciências Jurídicas e Sociais e Filosofia pela Universidade de São Paulo (USP), ele foi vereador e presidente da Câmara Municipal paulistana, além de secretário da Defesa Social na gestão do prefeito Jânio Quadros. Atualmente é coordenador-geral do Núcleo de Contas Públicas da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE).

A palestra de Salles é parte da série Encontros Democráticos, debates e palestras que vêm sendo realizados há mais de dois anos, sempre com o objetivo de avaliar temas de interesse da sociedade, com impacto direto na atuação daqueles que estão ou pretendem entrar na vida pública.