Pesquisar

tempo de leitura: 2 min salvar no browser

{ NÃO DEIXE DE LER }

Brasileiros usaram o celular mais de 5 horas por dia em 2021

Relatório State of Mobile 2022, da App Annie, revela que a população mundial passou 3,8 trilhões de horas em dispositivos móveis no ano passado

Texto: Estação do Autor com Poder360

Edição: Scriptum

 

Você já pensou em como seria viver nos dias de hoje sem um celular? O aumento do uso dos celulares para realizar transações financeiras e compras por aplicativos reflete uma mudança de hábito nos usuários a partir da pandemia. De acordo com o relatório State of Mobile 2022, divulgado pela App Annie, a população mundial passou 3,8 trilhões de horas em dispositivos móveis no ano passado. Os brasileiros, assim como os indonésios e coreanos, passaram pelo menos cinco horas por dia em frente à tela do celular em 2021.

Reportagem publicada pelo site Poder360 informa que, segundo o relatório, a utilização dos dispositivos móveis para diversos fins cresceu 19% em relação a 2019 ao redor do globo.

A chamada Geração Z usa majoritariamente o Instagram, TikTok, Snapchat e Netflix. Por sua vez, os millennials passam mais tempo no Facebook, Messenger, Amazon e WhatsApp. E, por último, tem a Geração X, que prefere The Weather Channel, Amazon Alexa, NewsBreak e Ring, segundo o levantamento.

A partir de uma análise com base em gênero a indicação é a de que os aplicativos de esportes são mais populares entre homens e os de alimentos e bebidas conquistam mais as mulheres. A plataforma que realizou o estudo ressalta que não foram contempladas todas as identidades de gênero na pesquisa.

O estudo conclui ainda que a partir do isolamento social em 2020 o consumo virtual se intensificou significativamente.  Em 2021, um total de US$ 170 bilhões (cerca de R$ 970 bilhões) foram gastos em aplicativos da App Store (iOS), na Play Store (Android) e em outras lojas de aplicativos.


ˇ

Atenção!

Esta versão de navegador foi descontinuada e por isso não oferece suporte a todas as funcionalidades deste site.

Nós recomendamos a utilização dos navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge.

Agradecemos a sua compreensão!