China faz semente de algodão brotar na Lua

Compartilhe
TwitterFacebookWhatsApp

CURIOSIDADE

 

Feito representa a primeira “miniexperiência” bem-sucedida em solo lunar

 

A China conseguiu que uma semente de algodão brote na Lua pela primeira vez, o que significa o sucesso de um dos experimentos da sonda Chang’e 4, a primeira a pousar na face oculta do satélite, segundo informou a agência estatal de notícias Xinhua. Segundo uma equipe de cientistas da Universidade de Chongqing (sudeste da China), esse feito representa a primeira “miniexperiência” bem-sucedida em solo lunar, conforme reportagem da edição brasileira do El País.

A sonda Chang’e 4, que no último dia 3 fez o primeiro pouso da história da humanidade na face oculta da Lua, levou consigo sementes de algodão, colza (planta usada na fabricação de óleos), batatas e arabidopsis (uma flor muito usada em experiências genéticas), além de ovos de drosófilas (mosca-da-fruta) e algumas leveduras, com a intenção de poder criar uma “minibiosfera simples”, segundo a Xinhua. Nesse sentido, as imagens enviadas pela Chang’e 4 mostraram um broto de algodão que tinha crescido com sucesso, a única semente que germinou até agora. Leia a reportagem completa aqui.

  Publicações

  Para pensar