China lança moeda digital e ameaça reinado do dólar

Compartilhe
TwitterFacebookWhatsApp

NÃO DEIXE DE LER

A primeira moeda digital não está restrita a nichos de mercado e tem a chancela do Banco Central chinês.

 

 

A China resolveu jogar todas as cartas numa corrida nada maluca que tem uma meta dupla: reviver o período em que o país era o celeiro das invenções – o tempo mítico do “império do centro” do mundo – e experimentar o doce sabor da vingança de quem foi humilhado por países ocidentais e orientais. Da época áurea a China deixou invenções geniais como a imprensa (muito antes de Gutenberg), os foguetes como arma de guerra e o dinheiro de papel.

A moeda de metal era o dinheiro do mundo no século 8, quando os chineses criaram o dinheiro em papel, que só iria se popularizar 4 séculos depois. É essa invenção que os chineses começam a sepultar agora, com a criação do yuan digital – a primeira moeda digital de uma superpotência que não está restrita a nichos de mercado e tem a chancela do Banco Central chinês.

Reportagem de Mario Cesar Carvalho para o site de informação Poder360 mostra que a adoção da nova forma de dinheiro é tão radical e inovadora que economistas e banqueiros dos Estados Unidos recomendam que o governo trate o yuan digital como uma questão de segurança nacional (leia a íntegra da reportagem aqui). Não é uma ameaça para amanhã, mas pode ser o começo do fim do reinado do dólar no comércio internacional, papel que a moeda norte-americana desempenha desde o fim da 2ª Guerra Mundial (1939-1945). Tanto o Tesouro dos EUA quanto o Banco Central dizem que estudam seriamente o caso chinês para lançar o dólar digital no futuro.

A invenção do dinheiro em papel tem uma relação mais ou menos óbvia com o dinheiro digital. Até a invenção do papel na dinastia Song (960-1279), havia uma relação entre o valor da moeda e o material no qual ela era cunhada (bronze, prata ou ouro). Com o papel, some o valor do metal e começa a abstração dos negócios do mundo moderno. Agora vai sumir a materialidade do dinheiro.

Em termos práticos, o yuan digital é um aplicativo do Banco Central chinês. Na fase experimental, 100 mil chineses foram convidados a experimentar a nova moeda, que vai conviver com notas e moedas que já estão em circulação. Para fazer uma transição sem sustos para os usuários, a tela do aplicativo tráz uma imagem de nota com o retrato de Mao Tse-Tung (1893-1976), o líder da revolução comunista que criou a China contemporânea.

  Publicações

  Para pensar