Pesquisar

tempo de leitura: < 1 min salvar no browser

{ PUBLICAÇÃO }

Amazônia precisa de programa de desenvolvimento sustentável

Caderno traz a íntegra da entrevista do general Antonio Manoel de Barros para o programa Diálogos no Espaço Democrático

 

 

 

Redação Scriptum

 

A sociedade brasileira deve se perguntar o que quer da Amazônia: deixá-la intocada e depender de outros países para protegê-la ou elaborar uma política de desenvolvimento sustentável? O desafio é feito por um profundo conhecedor dos problemas amazônicos, o general Antonio Manoel de Barros, personagem da mais recente publicação do Espaço Democrático, o caderno Amazônia: a melhor proteção é o desenvolvimento sustentável, já disponível para leitura on-line ou download.

O fascículo traz a íntegra da entrevista dada por Barros – ex-comandante do Centro de Instrução de Guerra na Selva, que esteve baseado na região durante dez anos – ao programa Diálogos no Espaço Democrático, produzido em março de 2022 pela TV da fundação do PSD e disponível em seu canal de Youtube. Para o general, “a Amazônia precisa de um amplo projeto de desenvolvimento sustentável, partindo da ideia de que somos nós quem devemos cuidar dela”. Na conversa, ele tratou de várias das principais questões amazônicas, desde a soberania brasileira sobre a região até o garimpo e a extração ilegal de madeira.

A entrevista para a TV Espaço Democrático foi conduzida pelo jornalista Sérgio Rondino e da qual participaram o diretor-superintendente da fundação, João Francisco Aprá, a senadora suplente por São Paulo e secretária do Espaço Democrático, Ivani Boscolo, o cientista político Rubens Figueiredo, o economista Luiz Alberto Machado e o sociólogo Tulio Kahn.


ˇ

Atenção!

Esta versão de navegador foi descontinuada e por isso não oferece suporte a todas as funcionalidades deste site.

Nós recomendamos a utilização dos navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge.

Agradecemos a sua compreensão!