Educação na primeira infância é caminho para o desenvolvimento

Compartilhe
TwitterFacebookWhatsApp

DIÁLOGOS NO ESPAÇO DEMOCRÁTICO

 

 

Crianças com até seis anos de idade são a primeira grande janela de oportunidade para o desenvolvimento de uma pessoa. “Estudos mostram a relação entre o investimento na primeira infância e a redução da pobreza”, aponta Heloísa Oliveira, diretora de Relações Institucionais e Governamentais da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal em entrevista ao programa “Diálogos no Espaço Democrático”, produzido pela TV da fundação do PSD e disponível em seu canal de Youtube. “O investimento na primeira infância reduz a possibilidade de propagação da pobreza para a geração seguinte”, diz. “É nesta etapa da vida que o cérebro tem a sua maior capacidade de absorção”.

Economista especialista em políticas sociais, governança corporativa e relações governamentais, Heloísa, que atua há cerca de 20 anos no aprimoramento das leis e das políticas públicas para crianças, foi entrevistada pelo coordenador de Relações Institucionais do Espaço Democrático, o advogado e professor da Universidade Federal de Goiás Vilmar Rocha, pelo economista Luiz Alberto Machado, pelo cientista político Rubens Figueiredo, pela secretária nacional do PSD Mulher, a senadora suplente Ivani Boscolo, e pelo jornalista Sérgio Rondino, âncora do programa de entrevistas e debates.

Em quase uma hora de entrevista, Heloísa enfatizou que a educação na primeira infância tem tido pouca atenção estratégica no Brasil, o que atribui, em parte, ao desequilíbrio das forças federativas. “A educação para crianças até seis anos, no Brasil, é responsabilidade do município e no nosso modelo federativo o município tem menos força; como consequência, não é privilegiada na distribuição de recursos”, diz ela.

  Publicações

  Para pensar