Pesquisar

tempo de leitura: < 1 min salvar no browser

{ DIÁLOGOS NO ESPAÇO DEMOCRÁTICO }

O Brasil e as nossas vidas depois da pandemia

TV da fundação do PSD entrevista o ex-deputado federal e ex-ministro da Previdência Social Roberto Brant

 

 

 

O Brasil não conseguiu trilhar o caminho de sucesso das grandes nações. E a pandemia do coronavírus não pode ser apontada como o principal vetor deste diagnóstico, de acordo com o ex-deputado federal e ex-ministro da Previdência Social Roberto Brant. Segundo ele, o quadro é resultado de equívocos que se acumulam há 40 anos. “Até 1980 o Brasil foi, seguramente, um dos países que mais cresceram no mundo, mas de lá para cá ficamos atolados em uma quase estagnação”, disse ele em entrevista ao programa Diálogos no Espaço Democrático, produzido pela TV da fundação do partido e disponibilizado no Youtube. Para Brant, este já era o cenário brasileiro antes da chegada do coronavírus: “A economia se arrastava e o sistema político continuava indiferente à sorte da economia e da sociedade, não havia um horizonte promissor à frente”.

Entrevistado pelo economista Roberto Macedo, pelo cientista político Rubens Figueiredo e pelo jornalista Sérgio Rondino, Brant disse que o Brasil ainda pode ter uma janela de oportunidade em função das circunstâncias. “Não temos graves restrições históricas, nossas reservas internacionais são boas, a máquina exportadora do agronegócio funciona bem, a inflação está sob controle e o juro baixo permite controlar o custo do endividamento”.

Um dos entraves, acredita ele, é a atuação do governo federal. “O presidente Jair Bolsonaro está claramente indiferente às várias crises que devastam o País – a econômica, a de emprego e a sanitária – e governa criando pequenos conflitos para manter a sua base de eleitores ativa”.


ˇ

Atenção!

Esta versão de navegador foi descontinuada e por isso não oferece suporte a todas as funcionalidades deste site.

Nós recomendamos a utilização dos navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge.

Agradecemos a sua compreensão!