A reforma possível está aprovada

Economista Roberto Macedo espera que o Senado não mexa no texto que passou pela Câmara.

Compartilhe
TwitterFacebookWhatsApp

podcast

  Publicações

  Para pensar