Pesquisar

tempo de leitura: 3 min salvar no browser

{ PUBLICAÇÃO }

Economia criativa é tema do primeiro livro de 2022 do Espaço Democrático

Obra oferece visão integrada do tema e lista dez cidades criativas brasileiras, exemplos que podem servir de inspiração para gestores

 

 

Luiz Alberto Machado e Sonia Helena Santos, autores do livro

 

O Espaço Democrático – fundação para estudos e formação política do PSD – lançou sua primeira publicação de 2022: Economia + criatividade = economia criativa. A obra foi apresentada nesta terça-feira (11), na reunião semanal da fundação do PSD, por dois dos quatro autores, o economista Luiz Alberto Machado e a administradora de empresas Sonia Helena Santos. O livro tem versões impressa e digital, já disponíveis para leitura online ou download.

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, autor do prefácio, lembra que “o livro se insere no papel da Fundação Espaço Democrático, que produz vasto conteúdo sobre temas de interesse da administração pública, como Saúde, Segurança Pública, Educação, Mobilidade Urbana e Habitação, entre muitos outros”.

“Nossa intenção é oferecer ao leitor algo inovador, uma visão integrada da economia, da criatividade e da economia criativa”, explica Machado, consultor do Espaço Democrático com larga experiência acadêmica – tem especialização em Desenvolvimento Latino-Americano pela Boston University, é mestre em Criatividade e Inovação pela Universidade Fernando Pessoa, do Porto, em Portugal, e foi diretor da Faculdade de Economia da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), em São Paulo, além de diretor-adjunto da pós-graduação da mesma instituição. Segundo ele, o livro tem dois diferenciais: “O primeiro é que cada um dos quatro autores faz relatos de sua própria experiência com o tema; o segundo é uma rápida passagem por dez cidades criativas brasileiras, mostrando exemplos que podem servir de inspiração para gestores públicos e privados”.

 

Luiz Alberto Machado: livro oferece visão integrada da economia, da criatividade e da economia criativa

 

Sonia Helena destaca um dos principais motes da criatividade, lição que ela aprimorou durante as sucessivas idas às conferências da Creative Education Foundation, em Buffalo, no estado de Nova York, onde obteve sua certificação em Solução Criativa de Problemas. “É necessário primeiro gerar quantidade de ideias, para só depois gerar qualidade”, aponta. Ela é master em Tecnologia Educacional pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP-SP) e professora de graduação e pós-graduação da instituição, onde ministra aulas de Criatividade, Economia Criativa, Gestão Estratégica de Pessoas, Clima e Cultura Organizacional, Formação de Equipes, Mobilização para Mudança e Excelência no Atendimento.

Economia + criatividade = economia criativa tem, ainda, a coautoria de Anapaula Iacovino Davila e Mauricio Andrade de Paula.

 

Sonia Helena Santos: “É necessário primeiro gerar quantidade de ideias, para só depois gerar qualidade”

 

Ela é doutora em Ciências e mestre em Integração da América Latina pela USP. Especialista em Economia Social e Desenvolvimento – América Latina pela PUC-SP, é economista pela FAAP, onde hoje é coordenadora de Monografias e professora nos cursos de Administração, Ciências Econômicas e Relações Internacionais. Anapaula é autora dos livros O Café na América Latina, A história do subdesenvolvimento da América Latina é a história do desenvolvimento do capitalismo mundial? e É da sua conta.

Mauricio é engenheiro elétrico e master em Tecnologia Educacional pela FAAP. Especialista em Criatividade, Inovação e Empreendedorismo Corporativo, atuou como gerente de projetos em uma ampla variedade de contextos de negócios (varejo, tecnologia da informação, educação, e-commerce e redes sociais).


ˇ

Atenção!

Esta versão de navegador foi descontinuada e por isso não oferece suporte a todas as funcionalidades deste site.

Nós recomendamos a utilização dos navegadores Google Chrome, Mozilla Firefox ou Microsoft Edge.

Agradecemos a sua compreensão!